Programação Terapêutica Mensal

O tratamento dentro da CTNJ segue a programação terapêutica mensal a seguir, elaborada em concordância com o instituído por diversos órgãos nacionais e internacionais especializados na pesquisa e tratamento da dependência do álcool e outras drogas.

Também são utilizados recursos desenvolvidos pelo Psicólogo Pablo Kurlander, Coordenador Técnico da instituição, ao longo de 18 anos de atuação na recuperação da dependência do álcool e outras drogas em Comunidade Terapêutica, sempre visando a integralidade das ações e a ressocialização do dependente químico em tratamento.

O programa de recuperação da CTNJ tem uma duração de nove (9) meses, e está dividido em três (3) etapas, sendo estas:

  • 1ª etapa - 1º ao 3º mês: Desintoxicação e Adaptação.
  • 2ª etapa - 3º ao 6º mês: Conscientização.
  • 3ª etapa - 6º ao 9º mês: Ressocialização.

A primeira etapa começa ao ingressar na comunidade e se estende até o terceiro mês. Esta etapa é chamada de "Adaptação e Desintoxicação", sendo os primeiros objetivos a serem atingidos pelo dependente químico em recuperação: adaptação ao grupo e ás normas da comunidade, desintoxicação física das drogas e reestabilização emocional e mental.

A segunda etapa começa no terceiro mês e se estende até o sexto, e é chamada de "Conscientização". Nesta etapa acontece o verdadeiro objetivo do tratamento, que é a mudança de caráter. Através da conscientização da doença, dos defeitos de caráter, da derrota total e da necessidade de mudança, o dependente consegue reconstituir a sua vida e a sua moral.

Nos três últimos meses o dependente entra na terceira etapa que é chamada de "Ressocialização", e consiste no retorno sistemático à sociedade, sendo este objetivo final do tratamento. Durante estes três meses o dependente realiza uma visita mensal de uma semana à família, para poder avaliar no seu ambiente de convivência os ensinamentos aprendidos durante os meses anteriores. Esta etapa também é importante para a família, que também deve ter se preparado para este momento.

Clique nos links abaixo para saber mais sobre a programação mensal a cada mês de tratamento.

O Acolhimento do novo residente acontece da seguinte forma:

  1. Triagem do candidato e dos familiares e/ou responsáveis, leitura do Regulamento Interno e Regulamento de Visita realizado pela Assistente Social.
  2. Acolhimento e revista realizado pela equipe interna e pela Psicóloga responsável pelo setor de Acolhimento.
  3. Apresentação da CT e do grupo, leitura do Regulamento Interno e Normas de Moradia, por um membro da equipe interna e pelo Anjo.
  4. Apresentação da equipe de Psicologia responsável pelo atendimento individual e grupal do residente.
Durante o 1º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Preenchimento do Questionário de Avaliação Sociodemográfica (QASD).
  • Leitura e assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE).
  • Avaliação do nível de ansiedade e depressão – Escala HAD.
  • Aplicação do SADD (Short Alcohol Dependence Data).
  • Aplicação da Escala SDS.
  • Aplicação do Questionário de Avaliação de Comportamentos, Sensações e Percepções (ACSP).
  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 1º, 2º e 3º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Reunião semanal de Acolhimento.
  • Participação nas reuniões de Confronto como ouvinte.
  • Não sujeito a sanções/experiências educativas, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 2º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Aplicação do Questionário de Avaliação de Comportamentos, Sensações e Percepções (ACSP).
  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Retorno de Confronto.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 1º, 2º e 3º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Reunião de Normas de Moradia.
  • 1º Confronto pessoal.
  • Escolha do Padrinho de Confronto.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares.
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 3º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Aplicação do Questionário de Avaliação de Comportamentos, Sensações e Percepções (ACSP).
  • Avaliação do nível de ansiedade e depressão – Escala HAD.
  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 1º, 2º e 3º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Reunião de Normas de Moradia.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares.
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 4º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Retorno de Confronto.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 4º e 5º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Início da escrita do 4º Passo.
  • Escolha do Padrinho do 4º Passo.
  • 2º Confronto pessoal.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Reunião de Normas de Moradia.
  • Reunião de Mais Velhos.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares.
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 5º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Aplicação do Questionário de Avaliação de Comportamentos, Sensações e Percepções (ACSP).
  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • 5º Passo e Retorno de 5ºPasso.
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 4º e 5º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Escolha do Padrinho do 5º Passo.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Reunião de Normas de Moradia.
  • Reunião de Mais Velhos.
  • Função de Anjo.
  • Programa de Prevenção à Recaída.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares.
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 6º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Avaliação do nível de ansiedade e depressão – Escala HAD.
  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • Retorno de Confronto.
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 6º ao 12º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • 3º Confronto pessoal.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Reunião de Mais Velhos.
  • Função de Anjo.
  • Programa de Prevenção à Recaída.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares.
  • 1ª visita de Ressocialização.
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 7º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Aplicação do Questionário de Avaliação de Comportamentos, Sensações e Percepções (ACSP).
  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • Relatório de Avaliação de Visita – Ressocialização – para residentes.
  • Relatório de Avaliação de Visita – Ressocialização – para familiares.
  • Relatório de 8º Passo.
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 6º ao 12º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Reunião de Mais Velhos.
  • Função de Anjo.
  • Programa de Prevenção à Recaída.
  • Escolha de Padrinho de 8º Passo.
  • Acompanhamento de residentes mais novos para saídas programadas, como médicos e outros.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares.
  • 2ª visita de Ressocialização.
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 8º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • Relatório de Avaliação de Visita – Ressocialização – para residentes.
  • Relatório de Avaliação de Visita – Ressocialização – para familiares.
  • Relatório de 9º Passo.
  • Retorno de Confronto.
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 6º ao 12º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Direção de reuniões de Estudo para residentes mais novos (em alguns casos).
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • 4º Confronto pessoal.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Reunião de Mais Velhos.
  • Função de Anjo.
  • Programa de Prevenção à Recaída.
  • Escolha de Padrinho de 9º Passo.
  • Acompanhamento de residentes mais novos para saídas programadas, como médicos e outros.
  • Participação semanal externa no Grupo de Graduados.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares.
  • 3ª visita de Ressocialização.
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o 9º mês de tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:

Equipe de Psicologia

  • Aplicação do Questionário de Avaliação de Comportamentos, Sensações e Percepções (ACSP).
  • Avaliação do nível de ansiedade e depressão – Escala HAD.
  • Atendimento individual semanal.
  • Grupos operativos semanais.
  • Reunião semanal de Avaliação de Laborterapia.
  • Terapia Artística semanal (opcional).
  • Relatório de Avaliação de Visita – Ressocialização – para residentes.
  • Relatório de Avaliação de Visita – Ressocialização – para familiares.
  • Retorno de 9º Passo.
  • Acompanhamento familiar nas reuniões externas de Grupo de Apoio a familiares.
  • Atendimento familiar no dia de visita.

Outras atividades

  • Participação em atividades religiosas ecumênicas.
  • Responsabilidade do Padre do dia.
  • Participação em Laborterapia, desempenhando funções básicas, que não exijam grande esforço físico e responsabilidade.
  • Estudo dos 12 Passos: 6º ao 12º.
  • Estudo da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Direção de reuniões de Estudo para residentes mais novos (em alguns casos).
  • Aplicação de provas de avaliação de conteúdo sobre o estudo dos 12 Passos e da Apostila de Estudos sobre Dependência Química.
  • Participação ativa nas reuniões de Confronto dos outros membros do grupo.
  • Reunião de Mais Velhos.
  • Função de Anjo.
  • Programa de Prevenção à Recaída.
  • Acompanhamento de residentes mais novos para saídas programadas, como médicos e outros.
  • Participação semanal externa no Grupo de Graduados.
  • Participação em Cursos Profissionalizantes ministrados pelo SENAR (opcional).
  • Visita mensal dos familiares – Graduação.
  • 4ª visita de Ressocialização (em alguns casos).
  • Sujeito a sanções/experiências educativas leves, salvo em caso de motivos de exclusão.
  • Em caso de desistência, aplicação do Questionário de Avaliação de Desistência (QAD).
Durante o Pós-tratamento são desenvolvidas as seguintes atividades:
  • Participação semanal externa no Grupo de Graduados (opcional).
  • Participação do Programa de Apadrinhamento em Grupo de Apoio para Graduados
  • Aplicação trimestral da Ficha de Acompanhamento Externo, realizada pela Assistente Social.
  • Visitas mensais à CT (opcional).
  • Atendimento Psicológico individual mensal (opcional, desde que participando dos Grupos de Apoio e do Apadrinhamento).
  • Encontro anual de Graduados, com entrega de certificados.



Contato para internações

Marcio Roberto Calbente
(41) 99678-7373 (Vivo)
(41) 99507-8420 (Tim)
contatosjp@novajornada.org.br

Grupo de apoio para familiares

Data
Toda terça-feira das 19h30 às 21h00

Local
Rua Nicolau Pampuch s/n
Associação dos Moradores do Conjunto Urano - Afonso Pena - São José dos Pinhais